Recolocação Linkedin

Atendo muitos clientes que buscam por recolocação no mercado de trabalho.

Tenho processos de coaching inteiros com foco na busca por recolocação.

Aliás, não só clientes. Tenho amigos e familiares que estão na mesma situação.

O que pude perceber em todos esses casos, é que existem dores em comum entre todos.

E, apesar de cada caso ser diferente, existe um caminho muito similar a ser seguido para aumentar suas chances de recolocação no mercado de trabalho.

Curva do Luto

Alguns de vocês devem ter ouvido falar sobre as 5 etapas do luto que a psiquiatra Elisabeth Kubler-Ross elaborou.

O luto é um processo necessário e fundamental para preencher o vazio deixado por qualquer perda significativa, não apenas de alguém mas também de algo importante, tal como o emprego.

Fiz uma pequena adaptação para utilizar em meus processos de coaching para recolocação no mercado de trabalho, conforme ilustrado abaixo:

Curva do Luto

  • Negação: Defesa psíquica que faz com que você acabe negando o problema e tente encontrar algum jeito de não entrar em contato com a realidade. Nesta fase é muito comum você não querer falar sobre o assunto.
  • Raiva: Você se revolta com o mundo, se sente injustiçado e não se conforma por estar passando por isso.
  • Negociação: Você tenta aliviar sua dor, começa a fazer algumas ponderações imaginando possíveis soluções e fazendo “acordos” internos. Esta negociação acontece dentro de você.
  • Depressão: Nesta fase você se retira para seu mundo interno. Ela é marcada por uma sensação de impotência, melancolia, culpa e desesperança, sendo comum que você passe por um período de isolamento e apresente uma grande necessidade de introspecção.
  • Consciência: Neste momento, você começa a ter consciência do que aconteceu. Começa a entender os fatos e deixar de lado as emoções mais latentes.
  • Aceitação: Esta é a fase mais importante. É a fase em que você não tem mais desespero e consegue enxergar a realidade como realmente é, ficando pronto para enfrentar a situação.
  • Ação: A partir deste momento você começa a ter foco, começa a colocar em prática as ações necessárias para alcançar o seu objetivo.

Todos passam por estas fases, alguns de forma tão rápida que nem percebem. Outros têm mais dificuldades em atravessar este caminho e acabam perdendo muito tempo neste processo.

Da Negação à Ação

A grande diferença de quem consegue para quem não consegue se recolocar, seja conseguindo um emprego ou empreendendo, é o tempo que você leva para sair da Negação à Ação.

Com certeza muitos que estão lendo este artigo vão dizer: “mas eu fui direto para a ação e não deu resultado”. Concordo, inclusive a maioria dos meus clientes me procuraram depois de terem passado meses em ação.

Reflita um pouco sobre as suas ações e responda às perguntas abaixo:

Como foi a sua ação?

Você já havia passado pela Consciência e pela Aceitação?

Ou você ainda estava com Raiva ou até em Negação?

Na maioria dos casos, meus clientes mandavam dezenas ou até centenas de currículos por semana.

Alguns conseguiram entrevistas e avançaram nos processos seletivos.

Mas ninguém ainda tinha realmente a consciência e a aceitação necessária para enfrentar a situação.

Então O Que Fazer?

Primeiro você precisa passar por um momento de reflexão.

Ter consciência dos fatos, analisar o que precisa ser ajustado, adaptado ou melhorado para aumentar suas oportunidades de emprego.

Reconhecer que existem muitos profissionais competentes no mercado.

Aceitar que as empresas estão buscando o melhor custo benefício e que você precisa se destacar para ser considerado nos processos seletivos.

Você precisa conversar com as pessoas que passaram pela mesma situação.

Pesquisar formas criativas de se comunicar com seu empregador. Seja através das redes sociais, eventos ou outros meios de comunicação.

Evite padronização

Não envie o mesmo modelo de currículo para todas as vagas que se candidatar.

Faça ajustes direcionados para cada vaga, sempre com ética e honestidade.

Você precisa destacar o que você tem de melhor para as diferentes oportunidades de emprego.

Invista um tempo para escrever a sua mensagem aos seus contatos do Linkedin. Faça pesquisa sobre a empresa e sobre a pessoa que você vai enviar a mensagem.

Conclusão

Estratégia Recolocação no Mercado de Trabalho

Assim como em um projeto, você precisa se planejar antes de entrar em ação.

É melhor se candidatar para dez vagas que você tem o perfil e se dedicar para fazer um currículo direcionado, do que se candidatar para cem vagas, sempre da mesma forma.

Eleve seu nível de autoconhecimento, saiba quais são seus pontos fortes, seus pontos a desenvolver, suas características marcantes e aumente muito suas possibilidades de recolocação no mercado de trabalho.

Se você gostou deste texto, deixe seu comentário aqui!

A chave do sucesso reside no autoconhecimento. Clique aqui e conheça o Método DiSC para um entendimento mais completo do padrão de comportamento que rege sua vida pessoal e profissional.

Marco é Coach Executivo, Coach de Carreira e Sócio Administrador de uma empresa na área da saúde e uma empresa de treinamentos. Sua missão é desenvolver habilidades, competências e comportamentos para que líderes e futuros líderes alcancem seu verdadeiro potencial através de uma transformação positiva e permanente para eles, suas equipes, amigos e familiares.

Comments

comments

© 2019 Marco Viotti